Radioescutismo no «World Amateur Radio Day»

 In Uncategorized
Exemplos da comunicação e propagação mecânica da voz

Exemplos da comunicação e propagação mecânica da voz

O Radioescutismo do Agrupamento 1373 da Outurela é uma parceria de voluntários de dois organismos associativos fixados no concelho de Oeiras, e que foi estabelecida entre o Agrupamento 1373 da Outurela e ao tempo com o Observatório Aeroespacial de Oeiras onde os dirigentes de ambos as associações focados e integrados num trabalho social e educativo comum que tem por fim, ajudar a educar crianças e jovens em idade escolar.

Esta disciplina do Radioescutismo teve a sua origem logo durante o processo de fundação do próprio

Radiobaliza telegráfica

Radiobaliza telegráfica

Agrupamento 1373 da Outurela em 2011. Foi assim que agora, passados mais de 4 anos de ininterruptas actividades conjuntas, esse mesmo grupo de munícipes e dirigentes associativos oeirenses, sempre fiéis e dedicados aos seus princípios se mantém unidos, para que em conjunto, quer os escuteiros a aprender radioamadorismo, quer os radioamadores pudessem juntar e celebrar sem pretensões o «World Amateur Radio Day» que assim seria por eles comemorado no Concelho de Oeiras durante este dia 18 de Abril.

Momento dos grupos para lanchar

Momento dos grupos para lanchar

Ao invés da radiocomunicação e concursos habitualmente dirigidos e transmitidos para múltiplos outros postos de amador ou radioamadores, ou sequer a difusão dessa actividade, ambas as associações decidem juntar-se e em conjunto dirigentes escutistas e radioamadores oeirenses, escolheram o majestoso perímetro florestal do vale do Jamor, onde se dedicaram durante essa jornada a desenvolver diversas actividades temáticas e jogos educativos que fizeram jus ao Radioescutismo e ao Radioamadorismo educativo, com o apoio desses amadores de rádio membros da agora AMSAT-CT – Observatório Aeroespacial, sempre de Oeiras.

Recepção de mensagens em alfabeto fonético

Recepção de mensagens em alfabeto fonético

Os escutistas recordaram, exemplificaram e executaram as mais elementares formas das comunicações, empregaram desde os modernos meios de radiocomunicação, para transmissão de voz e imagens, onde não faltaram os códigos fonéticos e depois as bandeiras semáforas recorrentemente usadas na marinha e também no escutismo, ou quando acidentalmente não há nem rádios, nem pilhas…

Vários destes jovens escutistas da 3ª Secção já estão a frequentar os cursos e graus de qualificação para Radioescuteiro e Radioamador e ainda, estudam para se qualificarem alguns deles no exame do Certificado de Amador Nacional.

 

Contacte-nos

AMSAT-CT

Not readable? Change text. captcha txt